Imagem HDR nos navegadores e em outros aplicativos

Um recurso disponível nos ajustes gráficos das placas RTX da NVidia permite exibir imagens com tratamento HDR10 em aplicativos e jogos.

Imagem HDR nos navegadores e em outros aplicativos

Um recurso disponível nos ajustes gráficos das placas RTX da NVidia, chamado de RTX HDR, permite a exibição de imagens com tratamento HDR10, tanto em aplicativos quanto em jogos, Em navegadores, é possível assistir vídeos com HDR transmitidos no YouTube.

A série RTX da Nvidia traz processadores gráficos avançados, os quais, aliados aos drivers atuais, permitem a obtenção de imagens HDR de alta resolução na tela do computador, aliado a um display competente.

No final do ano passado, eu comecei a planejar e depois montar um computador novo, com recursos de processamento que eu achava necessários à minha carga de trabalho. Dentre eles, eu escolhi um monitor LG modelo 32 UL750-W, com tela DisplayHDR 600 da Vesa, sendo capaz de um pico de luminância de até 600 nits.

Para o cartão gráfico, eu escolhi o MSI GeForce RTX 4060 TI, dotada de processador Ada Lovelace, com base na relação custo/benefício que se encaixasse no meu orçamento.

Até recentemente, vários aplicativos, principalmente os navegadores, ainda careciam de recursos para exibir vídeos com HDR10. Um vídeo com este aprimoramento, sem a reprodução correta, fica com uma imagem pálida, lavada, e sem as cores vibrantes, típicas dos vídeos HDR.

Um novo recurso, contido sem muito alarde, nos drivers Nvidia, vem com ajustes padrões desabilitados, mas que, uma vez configurados corretamente, permitem aos navegadores exibir imagens HDR com incrível nitidez. Estes ajustes são o de Super Resolution e HDR, acessíveis no Painel de Controle Nvidia do driver:

Inicialmente, os ajustes mostrados acima favoreciam os navegadores baseados em Chromium, tipo Edge ou Google Chrome. Mas, em maio deste ano, o Firefox passou a ter suporte para este recurso, que é baseado em inteligência artificial, como mostra o vídeo de demonstração:

Eu confesso que fiquei impressionado com o resultado! E notem que, normalmente, eu não sou de me extasiar ou me deslumbrar com nomes de fantasia ou recursos que prometem milagres, porque muitas tecnologias prometem e nunca entregam. Não é o caso aqui.

Em um monitor 4K com HDR, esses recursos são bem vindos, principalmente em função da produtividade e da análise de estudo que alguém se propõe a fazer. Os novos recursos beneficiam a todos, até mesmo os viciados em games no computador:

Os dois ajustes possíveis para jogos mostrados acima são encontrados nos Ajustes Nvidia, rodados na barra de tarefas. É possível editar o ajuste “RTX HDR”, se for necessário um refinamento pessoal do usuário final.

Abaixo, se pode ver uma imagem de um trailer de Avatar, exibido em HDR10 no YouTube, transmitido pelo Firefox, versão 127.0:

Os melhoramentos na reprodução de fotos e vídeos com o uso do RTX HDR da Nvidia são um recurso do qual não se pode abrir mão, ao rodar programas que exigem tal aperfeiçoamento de imagem.

Em última análise, significa acabar com a frustração de se investir em um equipamento capaz de reproduzir e/ou trabalhar com imagens HDR, sem poder vê-las exibidas na tela do computador em sua plenitude.

Fonte: Webinsider