30/06/2022
Todo projeto de desenvolvimento de e-commerce é extenso e longo. Principalmente porque o plano de negócios do cliente vai melhorando conforme ele visualiza a plataforma nascendo e entendendo como o usuário vai responder a ela. Durante esse processo, ideias surgem, outras saem de ação e algumas ficam pendentes.
Com tudo isso, a jornada do início do desenvolvimento até a versão final se distancia caso não haja um processo bem definido. Com o nosso último case de sucesso aqui da D’Gitais, a construção do e-commerce de moda fitness Fanning, vamos contar como nosso o processo de desenvolvimento nos guiou até a entrega da plataforma.
  • Planejamento

Antes de escrever meia linha de código sequer, é importante buscar entender a verdadeira necessidade do cliente quanto à engenharia do seu projeto. Pois mais que desenvolver funcionalidades que solucionem o problema, é importante construir de forma inteligente uma plataforma que irá acompanhar os futuros insights criativos, nichos e necessidades que a empresa pode tomar.
  • Arquitetura

Tendo consciência de todas as funções serão inseridas, de qual plataforma será usada, o tempo deadline do projeto e todas as outras informações relevantes, damos início à construção da arquitetura de código. Focando em modular e escalar a plataforma, essa arquitetura permite, de forma mais simples, desenvolver um sistema com boa performance. Ele será escalável às requisições futuras de funcionalidades do cliente, adaptável à atualizações das tecnologias usadas e facilitará a manutenção entre a equipe de desenvolvedores.
  • Funcionalidade

Da parte para o todo, assim nasce a plataforma. Tendo a arquitetura como norteador nesse processo, dando clareza do que se deve ter como resultado final, desenvolvemos as funcionalidade uma a uma. São feitos inúmeros testes, forçando erros e bugs ao código, para que sejam descobertos antes da fase final de implementação ao usuário. Dessa forma, evitamos prejuízos, principalmente se tratando de lojas online.
  • Usabilidade

Esse fundamento fala de como deve o sistema deve ser intuitivo para o cliente, sem envolver necessariamente a parte estética e sim tornando a forma de uso homogênea em todas as funções existentes. A usabilidade no desenvolvimento do e-commerce tem importância no fluxo de uso do usuário. Isso significa pensar e planejar cada ferramenta e função afim de se tornar parte intuitiva do fluxo de trabalho do usuário, ou seja, todas as ferramentas devem ser complementares uma as outras no seu uso. Assim é construído o todo, que é a plataforma: através dessas pequenas partes.
  • Treinamento

Com toda a plataforma de e-commerce pronta, sentamos junto ao cliente para capacitá-lo a usar cada função e entender como cada ferramenta interage, e ajudá-lo a desenvolver seu fluxo de trabalho. Sendo a parte mais humana de todo o processo, tem resultado na curva de aprendizado do cliente, que após as demonstrações práticas se torna confiante junto ao uso da plataforma na fase final do projeto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.